Comunicado da Direcção Regional do Alentejo do PCP

Criado em terça, 27 setembro 2016, 21:37
 
A Direcção Regional do Alentejo do PCP, (DRA) reunida no dia 27 de Setembro, analisou a situação política e social na região, a preparação do XX Congresso do Partido e o andamento das acções e iniciativas em curso e fez o balanço da 40º Festa do Avante!.
 
A DRA do PCP valoriza o grande êxito da 40ª Festa do Avante! e a presença do Alentejo, e saúda os membros do Partido, os democratas, os milhares de  alentejanos e alentejanas que a ergueram e nela participaram. Festa do Avante!, encontro de várias gerações é também a festa da democracia e da juventude, a 40ª Festa do Avante constitui durante três dias um espaço de liberdade, de convívio, de fraternidade e de cultura expressando os valores do Portugal de Abril.
 
A DRA do PCP releva também a intensa actividade política do conjunto do Partido na região com destaque para a campanha “Mais direitos - Mais futuro – Não à precariedade” e as acções de prestação de contas CDU em vários concelhos, que permitiram o contacto com milhares de trabalhadores e população em geral, bem como a presença através de pavilhões próprios nos diversas eventos realizados na região.
 
A DRA do PCP destaca o conjunto de lutas desenvolvidas pelos trabalhadores como na AIS em Montemor e na Keyplásticos, em Vendas Novas, a greve dos enfermeiros em Beja e as lutas das populações em defesa do Serviço Nacional de Saúde e contra a falta de médicos, enfermeiros e auxiliares de acção médica em Portel, Viana do Alentejo e Mourão, e na Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano num quadro do contínuo agravamento das condições de acesso ao direito constitucional à saúde e enaltece a sua determinação em repor e conquistar direitos.
 
A DRA do PCP alerta para a continuação da política que visa a municipalização da saúde, da educação, e da cultura, com a consequente desresponsabilização do Estado e apela à resistência e à luta contra esta tentativa agora encapotada. A DRA do PCP considera que é estranha a opção do governo assinalar a abertura do ano lectivo em Évora na EPRAL que é uma escola privada gerida por uma dirigente do PS.
 
Perante a permanente ameaça de sanções por parte da União Europeia, no qual se insere a suspensão dos fundos comunitários, a DRA do PCP, para além de denunciar os elementos de diversão da política espectáculo que alguns teimam em prosseguir e a pressão que o grande capital nacional, associado aos centros de decisão da U.E. desenvolvem, exige medidas concretas que corrijam as opções do chamado Alentejo 2020, com vista a salvaguardar os interesses da região e a promover o seu desenvolvimento.
 
A DRA do PCP, perante a campanha propagandistica em torno do olival intensivo e super-intensivo, considera que apesar dos resultados imediatos em termos de aumento da produção, se acentua a concentração e o domínio da terra e destas explorações em grande parte pelo capital estrangeiro, associado ao capital nacional, o recurso a trabalho precário e mão de obra barata, o esmagamento dos preços à produção dos pequenos agricultores pelas grandes superfícies e tende a introduzir em milhares de hectares a monocultura do olival, com consequências e efeitos nefastos a prazo designadamente ambientais e de aptidão para a produção futura.
 
A DRA do PCP regista os resultados do incremento da actividade turística no Alentejo, manifesta preocupação quanto à elevada percentagem de trabalho precário e de baixos salários no sector e com eventuais alterações na organização e responsabilidade das estruturas que possam por em causa o futuro do turismo na região.
 
A DRA do PCP apela aos membros do Partido, aos activistas, aos democratas e patriotas alentejanos para que no quadro do apelo lançado pelo movimento AMALENTEJO, na sequência do seu Congresso, se empenhem na recolha de assinaturas com vista à petição dirigida à Assembleia da República, para a criação da Comunidade Regional do Alentejo.
 
Olhando para o presente, com os olhos postos no futuro, a DRA do PCP, apela a todos os militantes que se empenhem na concretização da segunda fase da campanha «Mais direitos – Mais Futuro – Não à precariedade!», na Acção Nacional de Esclarecimento a decorrer entre 29.9 e 15.10, e na preparação do XX Congresso do Partido que se realiza nos dias 2,3 e 4 de Dezembro em Almada, participando activamente no debate contribuindo com a sua reflexão e experiência e prosseguindo a campanha de reforço do Partido – Mais Organização, Mais Intervenção, Maior Influência – Um PCP Mais Forte.
 
 
Alentejo, 27 de Setembro 2016
 
A Direcção Regional do Alentejo 
 
 

Temos 66 visitantes e sem membros em linha

Copyright © 2017 Organização Regional de Évora do PCP. Todos os direitos reservados.
Joomla! software livre. Licença GNU GPL.
Thursday the 23rd. Joomla Templates Free. Organização Regional de Évora do PCP
Copyright 2012

©

joomla visitors