PCP EXIGE QUE O GOVERNO DO PS DÊ RESPOSTA AOS GRAVES PROBLEMAS DO SERVIÇO DE PEDIATRIA DO HOSPITAL DO ESPÍRITO SANTO EM ÉVORA

Criado em terça, 13 março 2018, 15:29

Os profissionais de saúde que trabalham no Serviço de Urgência de Pediatria do Hospital Espirito Santo (H.E.S.E.), em Évora, acabam de assumir com muita clareza que a rotura deste serviço vai acontecer durante o mês de Março. Num documento enviado a várias entidades, os profissionais deste sector, denunciam a falta de condições físicas para o desempenho da função, assim como a constante falta de pessoal neste serviço.

 

Nos últimos dois anos saíram por diversas razões do Serviço de Urgência Pediátrica, 8 pediatras, assinalando-se que só nos últimos seis anos neste serviço foram formados 6 pediatras, os quais após a conclusão da especialidade, foram para outros hospitais, reflexo das condições pouco atractivas no Serviço de Pediatria do H.E.S.E., mas também por a tutela não ter permitido a abertura de vagas para a contratação de Pediatras para este Hospital. Embora a Administração do H.E.S.E. assuma que está a decorrer concurso para fazer obras no Serviço, fica por resolver a questão mais importante que é corrigir a falta de pessoal. Está a decorrer actualmente um concurso para a colocação de especialistas mas não foram abertas vagas para a contratação de pediatras. Segundo estes especialistas, não haverá condições de assegurar durante alguns períodos do mês de Março a totalidade da Urgência Pediátrica, ficando assim em branco períodos de 12h sem pediatria, logo em rotura.

O documento subscrito pela Equipa de Pediatria do H.E.S.E. teme que a igualdade de acesso aos cuidados de saúde por parte da população esteja posta em causa pela falta de Pediatras e pelas deficientes condições das instalações do Serviço de Urgência de Pediatria. Uma situação que o Governo do PS conhece há muito tempo e a que não dá resposta.

Este é apenas um dos serviços em rotura neste hospital, o que será uma situação com tendência para se agravar. Todos os dias os utentes do Serviço Nacional de Saúde e os seus profissionais estão confrontados com as consequências gravosas de décadas de política de direita levada a cabo por PS, PSD e CDS, situação com que o Governo do PS tarda em romper.

O Governo PS não tem dado resposta aos gravíssimos problemas existentes no SNS, sendo por isso de valorizar e considerar muito oportuno, a iniciativa do PCP ao apresentar na Assembleia da Republica uma resolução para um Plano de Emergência no SNS. O arrastar da solução para a construção do novo Hospital público do Alentejo em Évora, também contribui também para esta situação, pois com melhores condições de trabalho, melhoravam consideravelmente as possibilidades de atrair para o Alentejo mais profissionais e mais especialistas nas diversas áreas.

A Direcção da Organização Regional de Évora do PCP fará chegar, através do deputado eleito pelo Distrito, este grave problema à Assembleia da Republica, assim como desenvolverá de imediato outras acções, que permitam assegurar à população do Distrito o acesso normal ao Serviço de Pediatria no H.E.S.E.



Évora, 12 de Março de 2018

Temos 66 visitantes e sem membros em linha

Copyright © 2018 Organização Regional de Évora do PCP. Todos os direitos reservados.
Joomla! software livre. Licença GNU GPL.
Wednesday the 26th. Joomla Templates Free. Organização Regional de Évora do PCP
Copyright 2012

©

joomla visitors