Deputado do PCP João Oliveira contacta com trabalhadores e associações do distrito de Évora

Criado em segunda, 11 março 2019, 12:20
Nos passados dias 28 de Fevereiro e 1 de Março realizaram-se um conjunto de acções de contacto do PCP com diversas estruturas, populações e trabalhadores, com a presença de João Oliveira, deputado do PCP na Assembleia da República.
 
 
No dia 28 desenvolveram se contactos com trabalhadores da autarquia de Évora e em diversos serviços houve a possibilidade de ouvir os trabalhadores. Foi aí reafirmada a importância que a luta dos trabalhadores e a acção do PCP teve para a efectivação da reposição de direitos e avanços alcançados como a reposição dos feriados, das 35h, dos salários, da possibilidade de progressão nas carreiras. Avanços que valorizados não dispensam, antes exigem a continuação da luta para o aumento geral dos salários para todos os trabalhadores e a reposição das carreiras nos diversos sectores e a sua valorização. Ainda nesse dia o contacto com reformados realçou a importância do aumento extraordinário das pensões e reformas e da continuação da acção do PCP para a valorização das mesmas, assim como das longas carreiras, destacando as propostas do PCP em discussão no próximo dia 15 de Março que visam anular o factor de sustentabilidade, a possibilidade de reforma após 40 anos de desconto sem penalizações para os que se reformam agora e os que já se reformaram assim como dos desempregados de longa duração com acesso à reforma.
 
Ainda no dia 28 João Oliveira realizou uma reunião com membros da comunidade educativa de Vendas Novas, numa acção que se realiza no distrito na exigência pelas respostas necessárias à escola pública.
 
Dia 1 de Março realizou-se uma audição com estruturas culturais na sociedade harmonia Eborense. Uma reunião que contou com a presença de diversas estruturas do teatro, música, associativas, de artes plásticas, entre outras que reafirmaram a necessidade dos apoios à criação e difusão culturais, dos meios e condições que se exigem para o exercício deste direito. O PCP além de apresentar as suas posições, propostas e medidas que tem feito, realçou a sua posição perante aquilo que considera em relação à Cultura como um dos pilares da democracia e das condições para o seu desenvolvimento.
 
A culminar estas jornadas estiveram os contactos com trabalhadores da pedreira ETMA e uma sessão em Borba sobre “zona dos mármores que futuro”. Com a sala cheia o PCP ouviu o conjunto de preocupações, mas também de sugestões e propostas dos diversos elementos que importa considerar para o desenvolvimento da região. Além dos elementos fundamentais das condições para o desenvolvimento da actividade económica ligada à actividade extractiva e transformadora, os diretos dos trabalhadores deste sector são fundamentais ter em conta para salvaguardar o futuro do sector. A diversificação da actividade económica, o aproveitamento das potencialidades existentes, a potenciação e das redes rodo e ferroviária, particularmente da ligação Sines-caia, assim como a garantia dos serviços públicos foram elementos presentes no debate. O PCP afirmou ainda a importância da Luta dos trabalhadores do sector dos mármores para a efectivação da regulamentação em falta para o acesso ao direito à reforma antecipada e continuará a insistir na proposta da eliminação do factor de sustentabilidade assim como na contagem do tempo. O PCP está solidário com a ação prevista para 13 de Março, promovida pela fevicom.

Temos 58 visitantes e sem membros em linha

Copyright © 2019 Organização Regional de Évora do PCP. Todos os direitos reservados.
Joomla! software livre. Licença GNU GPL.
Friday the 23rd. Joomla Templates Free. Organização Regional de Évora do PCP
Copyright 2012

©

joomla visitors